Casa de Maria tem suas raízes no mistério da Cruz

Postado por no 29 nov, 2020 em Palavras da Fundadora | 0 comentário(os)

Casa de Maria tem suas raízes no mistério da Cruz

O preço que eu paguei para ter a graça de viver aqui no silêncio e solidão foi muito alto. Foi a renúncia aos prazeres da carne para gozar dos prazeres do Espírito. Foi a renúncia da riqueza, do conforto, do convívio com a família e amigos, renúncia de ser elogiada, reconhecida e valorizada.
O Senhor me trouxe para o exílio, para ditar a mim a Sua vontade. Não me sinto só, porque Deus me faz companhia. A vontade dele será conhecida através dos escritos. Fui apenas um pequeno instrumento em Suas mãos.

A obra da Casa de Maria tem suas raízes no mistério da cruz. Em união com o crucificado, os vocacionados morrem com Ele para que muitos recubram a vida. A minha vida, respondendo ao chamado de Deus, foi marcada pela a solidão interior contando apenas com a graça.

O carisma místico que Deus me concedeu não se destina a mim mesma, mas ao bem da Igreja. Portanto, pertence à Igreja.

Saí da minha terra, de tudo o que me escravizava: sociedade, família, amigos e trabalho remunerado para me lançar neste desafio de ser livre para fazer unicamente a vontade de Deus. A escolha foi dele. A decisão de me entregar não foi algo levado pela emoção, mas uma decisão consciente, fruto de um profundo relacionamento com Jesus. Uma graça excepcional que recebi no meu batismo no Espírito Santo alimentou o desejo de dar um ousado passo, um pulo, rumo ao desconhecido. Meu desejo era trabalhar na salvação das almas, dando “de graça o que de graça eu recebi”: vida espiritual.

Oração:
Senhor, aceite o sacrifício da minha vida,
que se transforma numa oferta de amor.
Percorrendo uma via desconhecida,
deixo tudo para trás sem a menor dor.

Comments

comments